sábado, 21 de janeiro de 2017

Dida de Nan debate melhorias para Poço Fundo

Na manhã desta quinta-feira (19), o vice-prefeito de Santa Cruz do Capibaribe Dida de Nan, esteve a pedido do subprefeito de Poço Fundo, Val Lira visitando o distrito.

Na pauta de reivindicações, estavam melhorias na rede de esgoto, calçamentos, ampliação e edificação de um velório para o cemitério Santo Antônio, limpeza e capinação do açude, reforma de praças e construção de uma quadra Poliesportiva para o povoado.

“Foi uma visita proveitosa, conversei com o subprefeito Val, vistoriamos alguns locais, acredito que vamos fazer um bom trabalho naquela vila. Como homem do campo eu entendo as necessidades daquele povo, por isso corro atrás de benfeitorias para zona rural”, frisou o vice-prefeito, Dida de Nan.

Val Lira, subprefeito de Poço Fundo falou da importância da visita do vice-prefeito ao distrito. “Solicitamos a presença do vice-prefeito, porque ele é um porta-voz do prefeito e a gente tem a necessidade de algumas ações na vila. Acredito que nossos pedidos tem como objetivo melhorar a vida em nossa comunidade”, pontuou o subprefeito.

Dida de Nan visitou também a subprefeitura, a Escola Municipal Intermediária Professora Maria José e a Unidade Básica de Saúde, Rita Cosmo dos Santos. 

Rebelião no presídio de Santa Cruz do Capibaribe termina com um morto e 13 feridos

Foi iniciada, na manhã deste sábado (21), uma rebelião no presídio de Santa Cruz do Capibaribe, onde treze detentos ficaram feridos e um morreu, de acordo com informações apresentadas pela Secretária Executiva de Ressocialização (Seres). Além disso, três presos conseguiram fugir.

Segundo a polícia o motim já foi controlado e não há informações das causas que levaram a rebelião. Diante do fato, familiares dos detentos interditaram um trecho da PE – 160, reivindicando informações.  

O presídio foi inaugurado em 10 de julho de 2015, com capacidade para 186 presos, entretanto, conta atualmente com cerca de 450 detentos. A unidade possui 22 celas e fica localizado as margens da PE- 160.


A rebelião acontece em um momento em que o país enfrenta uma grave crise no sistema penitenciário, com a disputa de facções, que já culminou na morte de diversos detentos. 

sexta-feira, 20 de janeiro de 2017


Compasso de espera - Nas horas seguintes à confirmação da morte de Teori Zavascki, ministros do Supremo Tribunal Federal avaliavam que a Lava Jato vai, sim, desacelerar. Afora a espera pela definição de um novo relator dos processos, afirmam que Teori carregava consigo toda a memória da operação desde o seu início, há mais de dois anos, e que demorará até que o próximo titular da caneta se inteire da complexidade do caso. “Atingiu-se o coração da Lava Jato”, resume um ministro da corte. Outro integrante da corte, confrontado com a hipótese de sabotagem, disse preferir não acreditar em teoria da conspiração. “Seria diabólico demais.”

Via rápida - No Planalto, Michel Temer foi aconselhado a não tardar muito para indicar o substituto de Teori no Supremo. Um dos auxiliares do presidente diz que “o momento exige celeridade”. Outro auxiliar próximo de Temer avalia que, apesar de todos os conselhos, a decisão pode não ser tão imediata. “Quando começa a pensar, um nome leva a outro e aí já viu…”, especula. Caso prevaleça o entendimento de que o ministro indicado por Temer herdará a relatoria da Lava Jato, há no governo quem defenda que o Senado realize uma sessão extraordinária para sabatiná-lo no recesso. 

QG - Na Operação Lava Jato, o hotel Emiliano, em São Paulo, cujo dono, Carlos Alberto Filgueiras, era também proprietário do avião que sofreu o acidente, aparece em depoimentos como local de encontro para conversas e repasses de propina. Em delação, o dono da construtora UTC, Ricardo Pessoa, disse ter se reunido com Renan Calheiros no hotel, onde o presidente do Senado estava hospedado, para negociar doação à campanha do filho dele ao governo de Alagoas. 

Testemunha – O advogado Antonio Campos, irmão do ex-governador Eduardo Campos arrolou no último dia 11 uma testemunha que segundo ele poderá mudar o rumo das investigações do acidente que matou Eduardo e mais seis pessoas em agosto de 2014. O processo tramita no MPF de Santos e na 5ª Vara Federal de Santos.

Cerimônia - O presidente Michel Temer manteve cerimônia com embaixadores no Palácio do Planalto ao longo da tarde desta quinta-feira e evitou comentar, ao ser abordado por jornalistas, a queda do avião que transportava o ministro Teori Zavascki, do Supremo Tribunal Federal (STF), cuja morte foi confirmada pelo seu filho, Francisco Zavascki, no Facebook. Temer falou por telefone com a ministra Cármen Lúcia, presidente do STF, antes da cerimônia e chegou a se ausentar momentaneamente da cerimônia, mas o Palácio do Planalto diz desconhecer o conteúdo das conversas mantidas pelo presidente. A presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), por sua vez, estava em Belo Horizonte (MG) nesta quinta-feira quando foi informada da queda do avião em que estava Teori.

Cármen - A ministra Cármen Lúcia, presidente do STF (Supremo Tribunal Federal), disse nesta quinta (19) que ainda não estudou que será feito com os processos da Operação Lava Jato depois da morte do ministro Teori Zavascki, 68, na queda de um avião bimotor no mar em Paraty (RJ). Ele era o relator do caso. "Por enquanto a minha dor é humana, como tenho certeza que é a dor de todo brasileiro por perder um juiz como este", disse a ministra na porta de seu gabinete no Supremo. Amiga de Teori, Cármen Lúcia telefonou durante a tarde para os filhos do ministro. Eles lhe disseram que queriam que o corpo do pai fosse levado direto a Porto Alegre, onde vive a família, ao invés de levá-lo a Brasília. A ministra afirmou que vai ao velório na capital gaúcha, mas que a cerimônia ainda não está marcada.

Entretanto - No que depender de Cármen Lúcia, o ministro Celso de Mello será o novo relator da Lava-Jato no STF. A lógica diz que a escolha ficará na 2ª turma, formada por Gilmar Mendes, Dias Toffoli, Ricardo Lewandowski e, é claro, Mello. Mello é o ministro mais antigo do Supremo e o que sofre menos rejeição, visto a relação conflituosa de Mendes com Lewandowski e o relativo pouco tempo de corte de Toffoli. Por isso, Mello aparece como o “porto seguro” de Cármen, que quer jogar em uma alternativa segura. “Ela é mineira no que faz”, disse um interlocutor. De acordo com o regimento interno da Corte, a presidente pode redistribuir o processo para um novo ministro em caráter excepcional “diante de risco grave de perecimento de direito ou na hipótese de prescrição”. A Lava-Jato, obviamente, é um caso extraordinário e não vai ficar parada.

Antecipação - O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva defendeu, nesta quinta (19), que o PT se dedique a uma campanha pela antecipação das eleições presidenciais de 2018. "Não podemos esperar 2018. Precisamos saber se temos forças para antecipar. A gente pode suportar. Mas o brasileiro não aguenta esperar", afirmou. Falando para cerca de 400 militantes petistas, Lula apelou para que superem suas divergências. O ex-presidente disse que o PT precisa apresentar propostas capazes de reconquistar o eleitor, em vez de se apresentar como um partido de "oposição, contestação e protesto". Segundo ele, isso é para "partido que tem quatro deputados".

Apreensão – Donald Trump assumiu a Presidência dos Estados Unidos, hoje, com uma taxa de aprovação de apenas 40%, a menor entre os presidentes recentes e 44 pontos percentuais abaixo de Barack Obama, segundo pesquisa feita pela CNN/ORC. Após um período de transição tumultuado, o índice de aprovação de Trump ficou mais de 20 pontos abaixo do que os de seus três predecessores mais recentes. Obama tomou posse em 2009 com 84% de aprovação, 67% aprovavam Bill Clinton no fim de dezembro de 1992 e 61% aprovavam a transição de George W. Bush logo antes de ele tomar posse, em janeiro de 2001. Segundo a pesquisa, 53% dos americanos disseram que os comunicados e as ações de Trump desde o dia da eleição os deixaram menos confiantes em sua habilidade de conduzir a presidência. 

Incerteza - Integrantes da Odebrecht já reconhecem que a morte do ministro Teori Zavascki, relator da Operação Lava Jato no STF, gerará um clima de incerteza no futuro da empresa. Executivos agora querem entender quais serão os próximos passos da operação sem Teori. Na próxima semana, já haveria uma série de audiências de executivos da empreiteira antes da homologação final que era prevista para ocorrer no mês de fevereiro. A grande preocupação é que a tragédia vá trazer demora no processo, o que dificultará a empreiteira a virar a página desse episódio que tem trazido prejuízo ao caixa da empresa.

Sinal - O ex-presidente Lula deu sinal verde para que seu nome seja trabalhado para ser o presidente do PT pelos próximos dois anos. A sugestão vinha sendo feita há tempos, mas Lula resistia. A ideia é ele assumir o comando para resgatar a imagem do partido que vive sua pior crise, pelo envolvimento de nomes importantes no "petrolão", o impeachment de Dilma e o desastroso resultado eleitoral em 2016. Ele será aclamado por unanimidade porque une as diversas tendências do partido que, no entanto, poderão apresentar chapas distintas para a composição do Diretório Nacional. A eleição de Lula para a presidência do PT deve acontecer no 6º Congresso do partido, que será realizado em Brasília. Anteriormente, o congresso estava previsto para fevereiro ou março, mas foi adiado para junho.

Investigação - Uma equipe de militares da Força Aérea Brasileira (FAB) iniciou investigação no local do acidente aéreo que vitimou o ministro Teori Zavascki, do Supremo Tribunal Federal (STF). A primeira fase da apuração consiste na coleta de dados no local da tragédia, informou a FAB por meio de nota nesta sexta-feira (20). Até o momento, três investigações foram abertas para investigar as causas do acidente: uma conduzida pela Aeronáutica, por meio do Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (Cenipa); uma aberta pelo Ministério Público Federal (MPF); e uma conduzida pela Polícia Federal. MPF e Polícia Federal irão apurar se houve eventual intenção deliberada de derrubar o avião. 

Gravador - A Força Aérea Brasileira (FAB) recuperou, hoje, a caixa-preta que grava as conversas na cabine do avião que caiu com o ministro Teori Zavascki, do Supremo Tribunal Federal (STF), e mais quatro pessoas. Chamado de Cockpit Voice Recorder (CVR), o equipamento aparenta estar em boa condição, ainda segundo a FAB. O gravador de voz pode ser fundamental para esclarecer o que provocou a queda do avião. O equipamento registra os diálogos do piloto na cabine do avião, seja com outros passageiros ou com o controle de tráfego aéreo.

Impedido - O juiz federal substituto Eduardo Ribeiro de Oliveira, da 15ª Vara Federal de Brasília, decidiu nesta sexta-feira (20) impedir o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), de concorrer à reeleição, apurou o repórter Renan Ramalho, do G1. A decisão liminar (provisória) ainda pode ser revertida com recurso junto ao Tribunal Regional Federal da 1ª Região (TRF-1). Em nota,o presidente da Câmara classificou de "equivocada a decisão do magistrado do Distrito Federal. 

Juntos pela segurança - A prefeita Raquel Lyra (PSDB) começou a tirar do papel, ontem, uma de suas promessas de campanha: lançar um vigoroso programa de combate à violência em Caruaru que registrou 229 homicídios em 2016. O “Juntos pela Segurança” pretende auxiliar o Governo do Estado com o reforço da Guarda Municipal, câmeras de monitoramento, melhoria da iluminação pública e dos espaços de convivência.

Espaço – O governo Paulo Câmara ainda não bateu o martelo porque a equação não está fechada. Mas sofre pressões do PSB para acomodar um time de ex-prefeitos que ajuda a carregar o partido nas costas: Antonio João Dourado (Lajedo), Gino Albanez (São Lourenço), Adilson Filho (Moreno), José Pereira (Paudalho) e o ex-vice de Jaboatão Heraldo Selva. Como achar espaço no 2º escalão para acomodar tanta gente, ainda não se sabe.

Luto - O governador Paulo Câmara decretou, Luto Oficial por três dias, em todo Estado de Pernambuco, pelo falecimento do ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Teori Zavascki, vítima do acidente aéreo ocorrido ontem, em Paraty (RJ). No decreto, que será publicado hoje, o governador considera que "o País perde um de seus magistrados de maior dimensão, sendo um dever homenagear este ilustre jurista, cujo falecimento constitui irreparável perda para sua família, para o Estado e para o Brasil".

Encontro - Em busca de discutir sobre políticas públicas e a necessidade do avanço das mulheres na política, a prefeita de Caruaru, Raquel Lyra (PSDB), se reuniu, nesta sexta-feira (20), com outras gestoras eleitas no Estado. O encontro, chamado de ‘Prefeitas de Pernambuco’, foi um bate-papo, realizado no município do Agreste. Antes do encontro, a prefeita comentou, “Vamos tratar da sucessão da Amupe, que vai ocorrer no dia 21 de fevereiro. A ideia é que possamos debater a composição da chapa na próxima gestão e construir um consenso. Queremos trocar experiências, avaliar nossos papéis e fortalecer esse bloco de mulheres, pois somos poucas”.

Cancelou - Candidato à presidência da Câmara Federal, o deputado Jovair Arantes (PTB-GO) cancelou as agendas de campanha que faria em solo pernambucano nesta sexta-feira (20). O petebista, que desembarcou no Recife no fim da noite dessa quinta, participaria de almoço com parlamentares do Estado em busca de apoio para a eleição. De acordo com a assessoria de imprensa do deputado, Arantes manteve apenas o encontro com o governador Paulo Câmara (PSB) e com o senador Armando Monteiro Neto (PTB), mas sem teor político.

Paulo Câmara empossa novos secretários e o presidente de Suape

O governador Paulo Câmara empossou nesta quinta-feira (19), no Palácio do Campo das Princesas, três novos secretários de estado e o novo presidente da Empresa Suape S/A. Prestigiaram a posse dos novos secretários o prefeito do Recife Geraldo Júlio (PSB) e os deputados federais Tadeu Alencar, Danilo Cabral, André de Paula, Augusto Coutinho, Gonzaga Patriota, Jarbas Vasconcelos e Marinaldo Rosendo.

Para a pasta de Desenvolvimento Econômico foi nomeado o vice-governador Raul Henry (PMDB), que passa a ser o segundo homem mais forte do governo. Marcos Baptista assumiu a direção da Empresa Suape e foi substituído na Secretaria de Habitação pelo também peemedebista Bruno Lisboa. Já o advogado Roberto Franca, que presidia a Funase, assumiu a Secretaria de Desenvolvimento Social, Criança e Juventude em substituição ao deputado estadual Isaltino Nascimento (PSB), que voltou à Assembleia Legislativa no início deste mês (era suplente) e assumirá, a partir de fevereiro, a liderança do Governo em substituição a Waldemar Borges (PSB).

Ao comentar as mudanças, Paulo afirmou, “São pessoas experientes, que têm compromisso público e a nossa confiança. As secretarias de Desenvolvimento Econômico, Social e Habitação, além de Suape, estão bem representadas e, com certeza, os novos gestores vão dar conta do recado”.

O vice-governador Raul Henry disse em discurso que, sob a liderança de Paulo Câmara, Pernambuco voltará a ocupar lugar de destaque no cenário econômico do Nordeste. “Estamos em uma localização geográfica privilegiada, temos capital humano e a melhor escola pública do País. Então, nós temos um conjunto de condições estruturais e, com a volta da confiança, temos condições de sair dessa crise”, disse o vice-governador.


Escola Dinâmica adere ao Sistema de Ensino SAE Digital

A Escola Dinâmica contará com mais uma grande novidade para o ano letivo de 2017, a instituição que busca sempre estar à frente na qualidade do ensino, aderiu ao Sistema de Ensino SAE Digital, que está há mais de quinze anos no mercado.

A plataforma de aprendizagem adaptativa do SAE Digital alia tecnologia educacional de ponta aos livros didáticos de forma interativa, convidando o aluno a navegar em busca do aprimoramento e do conhecimento.

Esse ambiente virtual também organiza diariamente os conteúdos das disciplinas ministradas e incentiva os pais a acompanharem, de forma privada e segura, o desenvolvimento escolar dos alunos.

A experiência com os materiais didáticos SAE Digital vai além do impresso. Alunos e professores contam com uma versão digital, disponível para smartphones, tablets e computadores, na qual estão inseridos os objetos digitais. Essa ferramenta inovadora permite visualizar animações, imagens, vídeos e slideshows, e fixar o conteúdo por meio de diversos exercícios. Ao todo são 14 formas de interação disponíveis para auxiliar o trabalho do professor e tornar mais dinâmico o aprendizado.

O SAE – Sistema de Apoio ao Ensino – é a soma das experiências acumuladas dos mais eficientes espaços de aprendizagem do país e do exterior. Dessa forma, o Sistema reafirma seu propósito de aproximar a prática da sala de aula com as principais tendências educacionais do mundo contemporâneo, a fim de oferecer, de forma sistêmica e sistematizada, não só a reflexão pedagógica, mas as melhores soluções tecnológicas de ensino-aprendizagem.

Professores da Escola Dinâmica já estão recebendo treinamento para utilizar o sistema. O SAE Digital será apresentado aos pais e alunos após o início das aulas, que acontece no dia 30 de janeiro.

Assista ao vídeo e saiba mais: https://www.youtube.com/embed/w7h-4dUIOpU 

quinta-feira, 19 de janeiro de 2017

Ministro do Supremo Tribunal Federal Teori Zavascki morre em queda de avião

O relator da Lava Jato no Supremo Tribunal Federal (STF), o ministro Teori Zavascki morreu na tarde desta quinta-feira (19), aos 68 anos, após a queda de um avião em Paraty, no litoral sul do Rio de Janeiro. A morte de Teori foi confirmada pelo filho do magistrado Francisco Zavascki em uma rede social.

Às 18h05, o filho do ministro, Francisco Prehn Zavascki, escreveu no Facebook: "Caros amigos, acabamos de receber a confirmação de que o pai faleceu! Muito obrigado a todos pela força!". Antes ele já havia publicado: "Amigos, infelizmente, o pais estava no avião que caiu! Por favor, rezem por um milagre".

No meio da tarde desta quinta, chegou ao STF a informação de que o nome do ministro estava na lista de passageiros da aeronave que caiu no litoral fluminente. A lista foi entregue para a presidente da Corte, ministra Cármen Lúcia, e também para o presidente da República, Michel Temer.

A Infraero informou que a aeronave prefixo PR-SOM, modelo Hawker Beechcraft King Air C90, decolou às 13h01 do Campo de Marte, na capital paulista. O avião era de pequeno porte e tinha capacidade para oito pessoas. Segundo o aeroporto de Paraty, o avião saiu de São Paulo (SP) e caiu a 2 quilômetros de distância da cabeceira da pista de pouso. De acordo com a Força Aérea Brasileira (FAB), quatro pessoas estavam a bordo.

A Anac informou que a documentação da aeronave estava em dia, com o certificado válido até abril de 2022 e inspeção da manutenção (anual) válida até abril de 2017. O dono e operador da aeronave é o Hotel Emiliano, segundo informações de abril de 2016 disponíveis no Registro Aeronáutico Brasileiro, documento divulgado pela Agência Nacional de Aviação Civil (Anac), que reúne uma relação de todas as aeronaves brasileiras certificadas pela Anac.

História - Viúvo desde 2013, Teori deixa três filhos. Ele se tornou ministro do STF em 2012 por indicação da então presidente da República, Dilma Rousseff. Natural de Faxinal dos Guedes (SC), Teori também foi ministro do Superior Tribunal de Justiça (STJ), presidiu o Tribunal Regional Federal da 4ª região (Rio Grande do Sul, Santa Catarina e Paraná) entre 2001 a 2003 e atuou como juiz do Tribunal Regional Eleitoral na década de 1990. Ele ingressou na carreira jurídica em 1971, em Porto Alegre, como advogado concursado do Banco Central, onde atuou por sete anos. No anos 80, o magistrado se transferiu para a superintendência jurídica do Banco Meridional do Brasil.

Lava-Jato e ameaças - Teori era o relator da Operação Lava-Jato no Supremo. Filho do ministro, Francisco Zavascki postou, em maio de 2016, sobre supostas ameaças que seu pai e sua família estariam sofrendo. “É óbvio que há movimentos dos mais variados tipos para frear a Lava Jato. Penso que é até infantil que não há, isto é, que criminosos do pior tipo (conforme MPF afirma) simplesmente resolveram se submeter à lei! Acredito que a Lei e as instituições vão vencer. Porém, alerto: se algo acontecer com alguém da minha família, vocês já sabem onde procurar...! Fica o recado!", escreveu Francisco em seu Facebook.

À época, Teori chegou a comentar com alguns veículos sobre a postagem do filho e confirmou a existência de ameaças. "Não tenho recebido nada sério", disse o ministro à "EBC". Ao EXTRA, Francisco confirmou, nesta quinta-feira, a autoria de sua postagem feita há quase oito meses. "Ainda está no ar", declarou o filho do ministro do STF.

Temer - Minutos antes de dar início a uma cerimônia de entrega de credenciais a embaixadores, o presidente Michel Temer foi informado pela presidente do Supremo Tribunal Federal, Cármen Lúcia, sobre a presença do ministro Teori Zavascki na lista de passageiros do voo que caiu em Paraty. A cerimônia contou somente com a presença da imprensa, e Temer saiu dela sem dar declarações. 

Vaga - Com a morte do ministro Teori, um movimento nas redes sociais pede que o presidente Michel Temer indique o juiz federal Sérgio Moro para a cadeira deixada por Zavascki. Moro é o coordenador da operação, em Curitiba. Odiado pelos políticos, por ser implacável no combate à corrupção, ele ganhou a simpatia da população e da opinião pública. No Congresso, deputados e senadores nem querem ouvir falar no nome do magistrado.

Com a confirmação da morte do ministro cabe agora ao presidente Michel Temer indicar um substituto para assumir a cadeira no Supremo Tribunal Federal (STF), que deverá herdar os processos relatados por Teori, inclusive aqueles relacionados à Operação Lava Jato, segundo o regimento do STF e o ex-presidente da Corte, Carlos Velloso.

De acordo com o artigo 38, inciso IV do regimento interno do STF, em caso de aposentadoria, renúncia ou morte, o relator de um processo é substituído pelo ministro nomeado para a sua vaga. Outra possibilidade, também prevista pelo regimento, é uma redistribuição dos processos pela presidente do STF, Cármen Lúcia, “em caráter excepcional”.

Com isso, o novo ministro deve assumir a Lava Jato em um momento de grande apreensão no mundo político, motivada pela iminência da homologação da delação premiada de 77 executivos da Odebrecht.

Segundo o jornal "O Globo", Teori havia, inclusive, interrompido as férias na última semana para se debruçar sobre o material da delação da empreiteira. Ainda não se sabe, porém, se com a morte do ministro, os depoimentos dos executivos, previstos para terem início na próxima semana, serão mantidos pela equipe que auxiliava Teori.

Parlatório - A comissão para reformar o sistema penitenciário prometida por Michel Temer durante a semana como uma das saídas para a crise terá três eixos de atuação. O decreto, publicado nesta quinta (19), prevê que o grupo, com 24 integrantes, fiscalize a implementação do Plano Nacional de Segurança, analise dados de prisões e proponha novos modelos. Embora protagonizada pela Justiça, o colegiado terá conexão direta com a Casa Civil para agilizar a execução das proposições.

Pense bem - Aliados de Rodrigo Maia (DEM-RJ) tentam convencer o presidente da Câmara de que abrir espaço para o PT na Mesa não é importante apenas para vencer a disputa, mas pode ser fundamental para que tudo caminhe bem no Legislativo. Com o PT ao seu lado nas eleições, as relações internas correriam melhor durante todo o ano, o que poderia arrefecer a pressão de governadores do partido e das bases ligadas à sigla. 

PSL - Filho do ex-deputado Luciano Bivar, o jovem empresário Sérgio Bivar iniciou por Pernambuco um movimento em prol da renovação do PSL, que é presidido nacionalmente por seu pai. A ideia é formar núcleos nos 27 estados com pessoas realmente comprometidos com o “social” e o “liberal” como prega o partido. O movimento acaba de chegar ao Agreste através da vereadora Mônica Silva (Lajedo).

Viagem - Os principais candidatos a presidente da Câmara estão viajando aos Estados para pedir votos em jatinhos particulares emprestados por amigos ou pagos com recursos do Fundo Partidário, que é abastecido com dinheiro público. Eles não revelam, porém, os custos dessas viagens, que devem se intensificar nas próximas duas semanas, que antecedem a eleição na Casa, marcada para 2 de fevereiro. Sem poder usar o avião da Força Aérea Brasileira (FAB) a que tem direito como presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), candidato à reeleição, já viajou a nove Estados e pretende visitar outros quatro até o fim desta semana em jatinho alugado por seu partido. Segundo o presidente do DEM, senador Agripino Maia (RN), os recursos para pagar a aeronave vêm do Fundo Partidário. “Fiz a devida consulta ao departamento jurídico e disseram que não havia problema”, disse Agripino.

Candidaturas - Aliados do senador José Medeiros (PSD-MT), candidato a presidente do Senado, reclamam do líder peemedebista, Eunício Oliveira (PMDB-CE), apontado como favorito na disputa pela sucessão de Renan Calheiros (PMDB-AL). Eunício teria telefonado para Medeiros pedindo que retirasse a candidatura. Até esta semana o cearense aparecia como único postulante ao cargo de presidência do Senado.

Relatório - O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) recebeu, ontem, o relatório da força-tarefa que analisa irregularidades da chapa Dilma-Temer na campanha presidencial de 2014, com as informações obtidas nas buscas e apreensões realizadas em dezembro. O ministro Herman Benjamin, relator da ação - que pode levar à cassação do presidente Michel Temer -, já marcou audiências com cinco testemunhas. Os nomes e datas das pessoas que serão ouvidas ainda não foram confirmados. O relatório é sigiloso, mas as partes estão sendo intimadas para ciência, segundo o Tribunal Superior Eleitoral. Os nomes das testemunhas não foram divulgados.

Recessão - O presidente Michel Temer disse nesta quinta-feira (19), em Ribeirão Preto, que o país "está começando a sair da recessão". Ele foi ao interior de São Paulo participar de um evento de anúncio de R$ 12 bilhões em crédito para o setor agrícola. No discurso, Temer enumerou as fases que o país precisar passar para retomar o pleno emprego. A primeira delas, segundo ele, é superar a recessão econômica."O primeiro passo é superar a recessão. Superada a recessão, vamos para o crescimento e, depois, para o pleno emprego. Essas são as  fases que temos que atravessar. Agora, graças a Deus, estamos começando a sair da recessão", afirmou o presidente.

Vetou - O governador de Alagoas, Renan Filho (PMDB), vetou o aumento do salário dos deputados estaduais. A mensagem com o veto foi publicada nesta quinta-feira (19), no Diário Oficial do Estado (DOE). Os deputados aumentaram os próprios salários em sessão na Assembleia Legislativa no dia 27 de dezembro do ano passado. Com isso, a remuneração bruta dos parlamentares passa de R$ 20 mil para R$ 25 mil. A assessoria de comunicação da Assembleia Legislativa de Alagoas (ALE-AL) informou que o veto será analisado pelos deputados que podem mantê-lo ou derrubá-lo. No veto, o governador justifica que o Projeto de Lei é inconstitucional. “A constituição estadual, em seu art. 78, impede que a fixação de subsídio para os deputados estaduais seja aplicada à legislatura vigente, de modo que, estando em curso a legislatura 2015-2018, não se afigura constitucionalmente possível a definição de nova remuneração aos parlamentares estaduais”, diz o texto.

Data - A presidente do Supremo Tribunal Federal, ministra Cármen Lúcia, quer conversar com o ministro Celso de Mello para decidir a data do julgamento da ação movida pelo deputado André Figueiredo (PDT-CE) que quer impedir Rodrigo Maia (DEM-RJ) dispute a reeleição à presidência da Câmara. Celso de Mello é o relator do mandado de segurança. A tendência no STF é decidir sobre o tema o quanto antes para evitar insegurança jurídico na eleição interna da casa legislativa. A escolha do novo presidente da Câmara está marcada para 2 de fevereiro. Nesse caso, o Supremo teria que tomar uma decisão no dia 1º de fevereiro, quando acaba o recesso do Judiciário.

Comando - Em um contraponto à posição do ex-ministro Gilberto Carvalho, uma corrente do PT defendeu que os parlamentares do partido não votem na eleição para as Mesas Diretoras da Câmara e do Senador, em candidato da base aliada do presidente Michel Temer (PMDB). A ala "Avante Socialismo 21" decidiu nesta quarta-feira (18) que não se deve fazer "nenhum voto ou acordo com candidatos da base de sustentação do governo golpista". No texto da resolução, a corrente partidária avalia que é necessário fazer o enfrentamento das reformas neoliberais que estão em curso, organizar a resistência democrática e reforçar o papel do PT enquanto alternativa do governo.

Chapinha – O vereador e 1º secretário da Câmara do Recife, Marco Aurélio (PRTB), já recebeu sinal verde do presidente nacional do seu partido, Levy Fidélix, para montar uma “chapinha” de candidatos a deputado estadual em 2018. Fidélix deverá está no Recife para iniciar essas articulações.

Comissão - O deputado estadual Waldemar Borges (PSB) vai assumir a presidência da Comissão de Constituição e Justiça da Assembleia Legislativa, a partir de fevereiro, em substituição a Raquel Lyra (PSDB) que se elegeu prefeita de Caruaru. Até o recesso de dezembro, Borges foi o líder do governo Paulo Câmara na Casa de Joaquim Nabuco. Mas, segundo explicou por meio de nota, será substituído pelo ex-petista Isaltino Nascimento (PSB), fruto de um entendimento com o próprio governador.

Inoportuno - Três dias após o deputado federal Sílvio Costa (PTdoB) ter tornado público, em Pernambuco, que aceita ser candidato a senador pelo PT em 2016, caso o atual senador Humberto Costa (PT) decida não concorrer à reeleição, a direção estadual do Partido dos Trabalhadores considerou “inoportuno” esse debate e por isso decidiu pronunciar-se por meio da nota, onde afirmou que, “O PT, os seus dirigentes e a sua militância estão concentrados, nesse momento, no processo de avaliação da conjuntura, no debate sobre novas estratégias e eixos políticos e no processo de escolha de suas novas direções. Portanto, é inoportuna e sem conteúdo efetivo qualquer especulação sobre a posição e sobre candidaturas do PT nas próximas eleições, o que somente será definido pela direção partidária no momento apropriado”.

PMDB - Em reunião de trabalho no PMDB, o presidente estadual do partido, Raul Henry, conversou com o deputado estadual Ricardo Costa sobre algumas considerações que serão discutidas e implementadas pelo diretório peemedebista no estado. O PMDB apresentou crescimento significativo na última eleição, fator de animação e de procura, por parte de lideranças políticas em todo o estado, que manifestam, além de simpatia pela legenda, vontade de ingressar em seus quadros para as próximas disputas eleitorais. O partido oxigena-se e começa a se redesenhar sobre a liderança de Raul Henry e o aconselhamento do deputado federal Jarbas Vasconcelos.




Prefeitura de Santa Cruz do Capibaribe e comissão divulgam edital do Bolsa Universitária 2017


A Prefeitura de Santa Cruz do Capibaribe e a Comissão Permanente de Acompanhamento (CPA) divulgaram, nesta quinta-feira (19), o edital do programa de assistência estudantil Bolsa Universitária, para o ano de 2017.

O programa foi implantado pela administração no ano de 2013, por meio da Lei Municipal n° 2.164 e funciona como auxílio para estudantes universitários em situação de vulnerabilidade socioeconômica, contribuindo para a melhoria do seu desempenho acadêmico. 

Os interessados poderão se inscrever de 23 a 27 de janeiro, das 9 às 13 horas, na Casa das Juventudes, situada à rua São Paulo n° 711, bairro Santa Tereza.

Baixe o edital no link e saiba como participar: http://bit.ly/2k7FcJs

Jovair Arantes visita Pernambuco nesta sexta-feira 

O líder do Partido Trabalhista Brasileiro (PTB) na Câmara Federal e candidato a presidência da Casa, Jovair Arantes (PTB/GO), visitará, amanhã (20), o Estado, onde apresentará suas propostas de campanha aos deputados federais pernambucanos. A conversa entre os parlamentares acontecerá no Restaurante Tapa de Cuadril, localizado no Bairro de Boa Viagem, Zona Sul do Recife.

Para proporcionar uma base sólida na cidade, os deputados federais Jorge Côrte Real (PTB/PE), Ricardo Teobaldo (PTN/PE) e Zeca Cavalcanti (PTB/PE) estão prestando todo o apoio necessário à comitiva, que chega de Brasília no Aeroporto Internacional do Recife por volta das 8h da manhã.

Antes do almoço/reunião com os deputados federais, Jovair também se encontrará com o Governador do Estado, Paulo Câmara (PSB), no Palácio do Campo das Princesas, e com o Senador Armando Monteiro Neto (PTB), em seu gabinete, no bairro da Ilha do Leite.