segunda-feira, 20 de novembro de 2017

Direto ao Ponto no ar



Alexandre Baldy aceita convite para comandar Ministério das Cidades

O presidente Michel Temer convidou neste domingo (19) o deputado Alexandre Baldy (GO) para ocupar o Ministério das Cidades. O convite, foi feito na presença do presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), durante encontro na residência oficial do deputado do DEM. 

Baldy aceitou o convite e a posse está prevista para ocorrer nesta terça-feira (21). Nesta segunda (20), o deputado formaliza a saída do Podemos – e não irá se filiar a nenhum outro partido por enquanto. 

O parlamentar, que tem 37 anos, já tinha decidido deixar o partido, após ser destituído da liderança da legenda na Casa, em agosto deste ano.

"Primeiro se discute o projeto para Pernambuco, depois se discute quem pode liderar esse projeto", afirma Mendonça Filho ao comentar 2018

O ministro da Educação, Mendonça Filho (DEM), em participação ao programa 20 minutos, na TV Jornal, não descartou disputar o Governo de Pernambuco ou o Senado nas eleições de 2018, mas afirma que a decisão sobre o cargo que vai concorrer não dependerá de planos individuais. 

Mendonça defendeu na oportunidade que a frente de oposição ao governador Paulo Câmara (PSB) deve primeiro discutir projetos e só depois nomes. "Eu estarei para ajudar, discutindo em primeiro lugar um projeto para Pernambuco. Primeiro se discute o projeto para Pernambuco, depois se discute quem pode liderar esse projeto e compor uma chapa majoritária", destacou.

Quando confrontado com a possibilidade de ser candidato a vice-presidente da República, o ministro respondeu que tal possibilidade é algo distante e fora da realidade. "As duas outras posições (governador e senador) dependem do jogo político, do tabuleiro. Não vou descartar hipótese nenhuma, qualquer que seja o caminho, mas nunca será algo do ponto de vista pessoal", disse. 

PCdoB realiza seu 14º Congresso Nacional em Brasília

A deputada Luciana Santos abriu em Brasília na última sexta-feira (17) e encerrou neste domingo (19) o 14º congresso nacional do PCdoB, do qual é o presidente nacional. Na ocasião, foi reafirmada a candidatura da deputada estadual Manoela D’Ávilla (RS) à Presidência da República.

Luciana defendeu a criação de uma frente ampla de esquerda em defesa de um projeto nacional. “Apesar das adversidades, a nação e a classe trabalhadora poderão superar essa grave crise que o país atravessa. Estamos convictos de que se conseguirmos dar passos na constituição dessa frente ampla, o campo democrático, popular, patriótico poderá vencer as eleições presidenciais de 2018”, disse ela.

A deputada negou a existência de um “racha” na esquerda. “Somos e estamos no mesmo campo. Os nomes que surgem para a disputa eleitoral possuem a legitimidade e a força de suas idéias. Lula é e será sempre um aliado do PCdoB tal qual o PDT de Ciro Gomes. Ambos são herdeiros da corrente política dos trabalhadores que se gesta na histórica greve de 1917, e que anos depois resultou na fundação do Partido Comunista, em 1922”, disse a parlamentar.

Com o tema “Em defesa da nação, da democracia, do desenvolvimento e dos direitos sociais”, o 14º Congresso do PCdoB contou com aproximadamente 800 pessoas, incluindo convidados internacionais.

domingo, 19 de novembro de 2017

Sem presença do prefeito de Santa Cruz do Capibaribe Governo do Estado lança nesta segunda Operação Têxtil para reforçar segurança no Polo das Confecções

A Secretaria de Defesa Social lança, nesta segunda-feira (20), a Operação Têxtil, com o objetivo de reforçar a segurança nas feiras de Santa Cruz do Capibaribe, Toritama e Caruaru, no Agreste do Estado. O lançamento ocorre durante coletiva de imprensa em Santa Cruz do Capibaribe, entrentanto, de acordo com informações, sem nenhum tipo de explicações, o prefeito Edson Vieira (PSDB) não foi convidado para o evento.

A operação visa realizar um incremento do policiamento ostensivo e instalação de delegacias móveis no Moda Center, em  Santa Cruz do Capibaribe, e também no Parque das Feiras de Toritama. A realização dessas ações veio de uma determinação do governador Paulo Câmara (PSB).

Às 8h30 desta segunda-feira (20), o secretário-executivo de Defesa Social, Humberto Freire, estará à disposição da imprensa do Agreste para explicar os detalhes da Operação Têxtil. A concentração será em frente à Delegacia Movel instalada no Centro da Moda de Santa Cruz do Capibaribe (PE 160 km 12, s/n, Bela Vista, Santa Cruz do Capibaribe).

De olho em 2018 - Geraldo Alckmin cumpre agenda em Pernambuco 

A visita a Pernambuco do governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, foi iniciada neste domingo (19) no Recife e traduz o esforço coletivo para restabelecer a unidade dentro do PSDB, além disso, o tucano aproveita a oportunidade para fortalecer sua pré-candidatura a presidência da República.

Alckmin que vem recebendo apoio para assumir o comando nacional da legenda, revelou que existe a ideia de apresentar “uma chapa única” na convenção que definirá a nova cúpula partidária, no dia 9 de dezembro. O comando nacional do PSDB é alvo de uma queda de braço entre o senador pelo Ceará Tasso Jereissati e o governador de Goiás, Marconi Perillo.
Cercado de lideranças como o deputado federal Bruno Araújo, a deputada estadual Terezinha Nunes, o ex-governador Joaquim Francisco, prefeitos como o de Santa Cruz do Capibaribe, Edson Vieira, durante café da manhã no Mar Hotel, em Boa Viagem, o governador afirmou que todo partido grande tem divergências. “Isso é até saudável. Mas depois de superada podemos unir todos”, colocou.

De acordo com o governador seu empenho é pela união do partido. “A ideia é fazer chapa única. Em outubro, fizemos convenções municipais e em novembro tiveram as estaduais. Dia 9 de dezembro faremos a convenção nacional. Eu não preciso ser presidente do partido. Vou trabalhar para unir o PSDB. Mas unir para que? Para mudar o Brasil. Acho que essa é a mensagem”, destacou.
PSDB e PSB - Geraldo ainda visitou à casa de Renata Campos, viúva do ex-governador Eduardo Campos. Sobre a possibilidade de aliança com os socialistas, Geraldo afirmou, “Claro que nós queremos ter uma aliança com o PSB. Agora não depende só de nós. E respeitamos os partidos. Então quem não tiver candidato a presidente, se nós pudermos fazer aliança, é positivo. Na questão de Pernambuco, cabe aqui ao diretório".

O deputado federal Bruno Araújo não acompanhou Alckmin a casa de Renata Campos. Quando questionado, o tucano afirmou que assumiu outros compromissos partidários no período da tarde. "Por Renata, pela família e do ponto vista pessoal, eu tenho uma relação de respeito. São pessoas importantes, são importantes para a vida política de Pernambuco e para quem eu rendo todo o meu respeito e as minhas homenagens", disse. 
Visitas - Pela manhã, Alckmin ainda visitou a Igreja da Madre de Deus e passou pela comunidade do Pilar, no Recife Antigo. Inicialmente, ele também faria uma visita ao município de Petrolina. “Mas, pela exiguidade do tempo, nos limitamos ao Recife. Da próxima vez, iremos a Caruaru. Aliás, estamos fazendo um trabalho para ir a Caruaru, Toritama e também a Santa Cruz do Capibaribe e Gravatá”, garantiu o tucano.

Agenda - Nesta segunda, o governador participará de um café da manhã na Federação das Indústrias de Pernambuco (Fiepe), de uma  Palestra sobre “Gestão Pública e Desafios do Brasil Contemporâneo” no Paço Alfândega, de uma coletiva de imprensa, um entrevista na Rádio Jornal do Comércio e ainda visitará o Porto Digital.

Paulo Câmara transmite o cargo para Raul Henry

O governador Paulo Câmara transmitiu o cargo para o vice-governador Raul Henry, na última sexta-feira (17), e em seguida embarcou para os Estados Unidos. O gestor participa do Encontro de Altas Autoridades, promovido pela Fundação Lemann, além da Universidade Yale e da Escola de Governo Blavatnik da Universidade de Oxford.

O socialista retorna já nesta semana, quando deverá bater o martelo sobre reforma no secretariado estadual, que contemplará o PP. O encontro será na Universidade de Yale, na cidade New Haven, e deve ocorrer até o dia 21 deste mês, e terá como tema “Uma nova Gestão Pública para um novo Brasil”.

O seminário será restrito a um grupo de 30 pessoas, formado por lideranças políticas, governamentais, empresariais, acadêmicas e representantes estratégicos da sociedade civil.

Presidente acelera neste fim de semana as negociações da reforma ministerial a fim de obter votos para a reforma da Previdência

O presidente Michel Temer chegou no início da tarde deste domingo (19) à residência oficial da presidência da Câmara para um encontro com o deputado Rodrigo Maia (DEM-RJ), presidente da Casa. A reunião é a segunda neste fim de semana entre Temer e Maia. Eles já tinham se encontrado neste sábado. Cotado para assumir o Ministério das Cidades, o deputado Alexandre Baldy (Pode-GO), que está de saída do partido Podemos e deve se filiar ao PP, também participou da reunião.

Entre os aliados de Temer que também compareceram ao encontro deste domingo estão os ministros Antonio Imbassahy (Secretaria de Governo), Moreira Franco (Secretaria Geral) e os deputados Heráclito Fortes (PSB-PI), Pauderney Avelino (DEM-AM), Aguinaldo Ribeiro (PP-PB), líder do governo na Câmara, e Baleia Rossi (PMDB-SP), líder do PMDB na Câmara.